Páginas

SEJA BEM-VINDO!!!

segunda-feira, abril 30, 2007

QUAL A FUNÇÃO DO PROFESSOR?

Este texto, de minha autoria, foi enviado ao site http://www.reescrevendoaeducacao.com.br - Fórum comentando o artigo de Gustavo Iochpe - Assunto: O Analfabetismo Funcional - Questão: Qual a função do professor? - Sáb Mai 20, 2006 5:29 pm.

A real função do professor deveria ser a de ensinar, transmitir conhecimentos, preparar o aluno para a vida propiciando-lhe mecanismos que o façam pensar, fazer considerações e, de forma inteligente, escolher o melhor caminho a ser seguido. Porém, a realidade é outra, ensinar é algo que fica relegado a um segundo plano. Dentre as muitas funções do professor está a de babá, psicólogo, pedagogo, terapeuta, amigo e, não obstante, a de pais. Ensinar para quê? Basta que se diga apenas que não há crianças fora da escola e que o governo, dessa forma, cumpre a sua "missão". Infelizmente o analfabetismo funcional é uma realidade e nós como educadores devemos lamentar e ficar apenas observando como meros espectadores ou nos unirmos e tomarmos uma atitude. Diagnosticar o problema do analfabetismo nas primeiras séries torna-se mister para uma virada, qual seja, mudanças radicais no método, na forma de alfabetizar, na forma de avaliar, enfim, mudança é a palavra de ordem. Devemos experimentar sempre até atingirmos o resultado desejado, sem, é claro, desconsiderar que não basta alfabetizar, devemos ter em mente que a alfabetização vai muito além do "saber ler e escrever": o aluno deverá "entender" o que está escrito e o que está sendo lido. Para isso, além da mobilização dos professores/educadores, precisamos que nossos governantes foquem a Educação e criem medidas mais efetivas. Muito se fala em "melhorar a educação" do nosso país, mas pouco se faz de efetivo. No discurso, falar em criar esta ou aquela medida para tornar a educação do país um "modelo" de sucesso, é lindo. Na prática, é apenas política, já que a educação sempre é um meio de fazer render bom frutos nas urnas. Também não acredito em modelos importados: nem sempre o que é bom para um determinado país, dará certo aqui no Brasil: há que se considerar a realidade, o sistema de governo e as condições sócio-política-econômicas de cada país. Penso que, "os detentores dos saberes" da Educação, antes de se limitarem a apenas debruçarem-se em cima de uma vasta bibliografia e inúmeros dados estatísticos sobre Educação e, com todo esse cabedal de informações, impor este ou aquele modelo como sendo o "melhor", "o mais eficiente", deveriam entrar numa sala de aula, procurar verificar in loco as dificuldades enfrentadas pelas escolas (direção, corpo docente, funcionários). Eu convido.
O sistema educacional brasileiro é falho, mas, como em tudo aquilo que não dá resultado há que se achar um culpado e, é óbvio que o professor está mais à mão: a culpa é do professor! Acredito que estes e outros conceitos devam ser repensados.

11 comentários:

Anônimo disse...

Interessante o amor e a dedicação que tens como professora e como ser humano.Acho linda essa profissão e em breve serei uma.Abraço!!

Dayse N.S

Silvana M. Moreli disse...

Olá, Dayse!!!

Agradeço pelo comentário tão carinhoso. Realmente eu sou (graças a Deus) uma daquelas pessoas que ama o que faz. Sou professora por vocação e ideologia. Espero que você, em breve, quando abraçar essa profissão, seja tão feliz quanto eu. A Educação precisa de pessoas que façam a diferença. Desejo a você, boa sorte!
Continue por aqui,no blog - esse espaço é NOSSO!!!
Um grande abraço!!!

Anônimo disse...

sou aluna do colégio pedro II estava pesquisando alguns trabalhos e suas funções e acidentalmenteachei esse blog ele me ajudou bastante!obrigada nosso colégio adoraria ter uma professora que nem vc, vou indicar esse site para o meu professor e quem sabe ele entra em contato com vc! seria uma honra ter vc como professora! hoje mesmo falarei com ele ! quem sabe vc não trabalha la!

Silvana M. Moreli disse...

Que pena "aluna do Colégio Pedro II" que você não deixou seu nome e um e-mail para contato. Agradeço muito pelos elogios e pela mensagem tão carinhosa!

Volte sempre que quiser e comente quando puder!

Um grande abraço!!!

TIA zeze disse...

Amei seu texto ele me transmitiu uma força interior e amor pelo que faz posso usa-lo num trabalho de faculdade que estou fazendo claro com as devidas citaçoes deste de já agradeço

Anônimo disse...

Professora Silvana, boa tarde!

Meu nome é André.

Gosto muito da sua forma de pensamento e me espelho muito em seu pensamento meu sonho é me forma em Bacharel em Historia.
meu E-mail é sotierj.andre@gmail.com
forte abraço.

Silvana M. Moreli disse...

Olá André!

Agradeço por seu comentário tão carinhoso. Bom saber que nossas palavras conseguem atingir as pessoas.
Quero desejar boa sorte na profissão que você escolheu. História é maravilhoso!

Abraço!

dinorah disse...

Parabéns concordo com você e seus comentários muito tem mim ajudado também sou professora e amo minha profissão. Abraços.
Dinorah.

Anônimo disse...

Um dia pretendo tbm ser professora , desde criança sonho com isso quero põder ensinar , ajudar e ser amiga de criancas q precisam tanto quero põder fazer a diferenca ...

Andre GM-Rj disse...

Sou guarda municipal RJ, mas sempre tive vontade de ser professor de história. Gostei muito do seu texto , pena que eu sou muito tímido.

Silvana M. Moreli disse...

Olá, André-GM-RJ!

Vá em frente! Se ser professor de História é o seu sonho, invista nele! Vale a pena!
Quanto à timidez, reverta-a a seu favor e não a encare como um empecilho para não ir em busca dos seus ideais!

Um grande abraço!!!

ORGULHO DE SER PROFESSORA!


Criado no siteVocê na capa de NOVA ESCOLA.

Arquivo do blog

Twitter

MINHAS MÚSICAS...


BLOGS EDUCATIVOS









PROCURANDO POR UM EMPREGO?

BUSCAR VAGA DE EMPREGO

Empregos por Careerjet

ELEIÇÕES 2010

QUE VENHA 2013!



Cartões Animados
www.cartooes.com


AGRADEÇO POR SUA VISITA!